Etiquetas

“We’ve got to be explicit that the road to greater economic success does not lie in this cosy assumption that you can move from a single market through a single currency to harmonising all your taxes and then having a federal fiscal policy and then effectively having a federal State.”

Gordon Brown, British Chancellor of the Exchequer, The Guardian, 5-11-2003

Num lúcido artigo de opinião no Público de hoje, Paulo Rangel revela os seus temores de desagregação da zona euro, apenas e timidamente temperados pela nomeação de Mário Monti para chefe do governo italiano. Para quem nunca escondeu a sua fé europeísta e, sobretudo, federalista, não deve ser fácil revelar tantos sinais de inquietude, mas parece cada vez mais certo que para tal desfecho bastará uma questão de tempo.

Ontem mesmo, o guru financeiro Nouriel Roubini antecipou a saída da Grécia da zona euro, a que somou uma inevitável e posterior saída de Portugal, ambas num espaço de tempo não superior a um ano.

De facto, os sinais de fumo avolumam-se e a questão é, como em tudo na vida, se será melhor sair voluntariamente ou empurrado…

Anúncios