Etiquetas

Em 11 de Novembro de 2010 já aqui havia profetizado o que era evidente – a necessidade de pedir ajuda financeira externa. Mas nada como ver um 1.º ministro (ainda…) a preparar-se para discursar ao país, provavelmente no momento mais sério dos últimos 20 anos da nossa história, em mangas de camisa e preocupado unicamente com o lado em que fica melhor – na rua, mesmo, pá!

Anúncios