Etiquetas

Num misto de coragem e de insanidade, o ex-Ministro das Finanças Eduardo Catroga vem à assembleia da república e proclama – «pelo José Penedos ponho as mãos no fogo». Ainda que lhe fique bem defender as suas companhias e amizades, nisto de política e negócios é mais certo usar de alguma prudência.

Longe de mim deixar conselhos a alguém com muitos mais anos de experiência, mas afirmações dessas têm alguma tendência a virar-se contra quem as profere – por isso é que, em boa consciência, só ponho as mãos na fogueira por pais, irmãos e poucos mais membros da minha família.

Quanto a amigos, só por dois ou três e ainda assim…

Anúncios