Esta notícia de que o Facebook foi já causador de 28 milhões de divórcios é, no mínimo, alarmista e destinada a promover quem a criou.

Sou insuspeito de gostar do dito cujo livro de caretas, mas acho que resolvia o problema “à informático” – e que tal um anti-vírus?

Anúncios