Etiquetas

A notícia da contratação de Paulo Bento pela Federação Portuguesa de Futebol peca por tardia e assume contornos absolutamente folclóricos, tais como, a exoneração do cargo do anterior seleccionador (que me recuso a nomear…), uma certa ida a Madrid “pedir batatinhas” e a discussão na praça pública de toda esta verdadeira embrulhada.

Salva-se Paulo Bento, cuja honestidade e carácter são intocáveis, mas com um horizonte nada favorável – boa sorte!

Anúncios