Etiquetas

Quando vivi sozinho como autêntico solteirão, procurei “safar-me” na culinária o melhor que pude: aprendi a fazer arroz, massa e mais algumas coisas, tudo tão básico que tenho dificuldade em admitir e, sobretudo, comparar face às habilidades gastronómicas de alguns amigos.

Esta introdução serve, porém, para fazer justiça à maioria das donas de casa que conheço: é que não é nada fácil, por entre um dia de trabalho e de aturar filhos, ter ainda imaginação e vontade para avançar para a cozinha e “criar”.

Acho mesmo que cozinhar para a sua família pode ser dos mais generosos gestos de amor que uma mulher (ou um homem) pode ter, mais a mais, numa época em que tudo tende a ser “comprado feito”…

Julie & Julia“, em exibição nas salas de cinema, cruza as histórias verídicas de duas mulheres apaixonadas pela cozinha (e pela gastronomia) e de dois casamentos felizmente vividos à volta dos tachos e panelas, onde há que destacar o papel da “eterna” Merryl Streep enquanto Julia Child.

Em conclusão, filme recomendado para levar as “patroas” ao cinema – “Bon apétit“…  

(Trailer):

Anúncios