Etiquetas

lince

Muitos (ou alguns) ainda se lembrarão da célebre campanha dos idos de 70 que proclamava  – «salvem o lince e a serra da Malcata».

Segundo dá conta o Público online, Espanha vai ceder 20 linces ibéricos a Portugal para fortalecer o programa de criação em cativeiro e posterior repovoamento. Descontada a ironia de serem os nossos vizinhos a “ceder” os gatinhos, sobra o caricato e a tristeza de tudo isto, a começar pelo autarca de Penamacor que se apressou a promover o registo da marca “Terras do Lince” não sem antes reivindicar – «O que queremos é o lince, porque o lince é de cá».

Penamacor, nas cercanias da Serra e Reserva Natural da Malcata tem, assim, um desígnio a cumprir e o seu autarca poderá já erguer esta bandeira nas próximas eleições autárquicas. Cabe perguntar, no entanto – se o bicho é realmente “de lá” como afirma o autarca – , por que razão “deu à sola” e foi visto pela última vez na Malcata em 1992?

Dirão alguns que é pela falta dos coelhos, mas cá para mim, as razões são as mesmas que levam Maria João Pires e Miguel Sousa Tavares a optarem pelo Brasil – fartos dos tratos de polé dos seus compatriotas. 😉

Anúncios