Etiquetas

LooneyTunesWallpaper

Não concebo programa mais aconselhado para um pai de duas crianças, numa manhã de chuva, do que sentarmo-nos em estilo “galheteiro” num sofá, a ver desenhos animados dos “Looney Tunes”.

Raras vezes a articulação entre os diálogos, as cenas e a própria música poderá ser tão perfeita, ao ponto de nos perguntarmos se os desenhos teriam a mesma dose de piada se faltasse algum desses ingredientes.

Sentido de humor cáustico e brutalidade cómica permitem facilmente distinguir os “Looney Tunes” das xaropadas da Disney e aliviar a “neura” de um feriado chuvoso.

p.s. à memória de Vasco Granja, recentemente desaparecido, que no meio da produção da União Soviética e da Checoslováquia, foi o grande responsável pela divulgação destas e outras pérolas do desenho animado americano.

Anúncios