Etiquetas

,

Ontem à noite vi a comédia “He’s just not that into you” (“Ele não está assim tão interessado”), em que contracenam actores como Ben Affleck, Jennifer Aniston, Scarlett Johansson e Jennifer Connelly. O filme não é nada de especial (“vê-se”…) e os únicos motivos de sobra para o ver são estas duas últimas actrizes, sobretudo Jennifer Connelly (suspiro…).

Para os mais curiosos, fica aqui o “trailer” do filme:

Se o filme, por si só, não justificaria este post, Jennifer Connelly já merece todas as referências e reflexões. A minha orientou-se para a questão das sobrancelhas nas gajas e os sinais que as mesmas podem transmitir.

O arquear ou o franzir das sobrancelhas, conforme a dona das mesmas, pode indiciar fúria, curiosidade, paixão ou tristeza e por isso gosto delas (as sobrancelhas…) autênticas, selvagens e indomáveis, como as da Jennifer (ver foto):

jennifer-connelly

Pelo contrário, a sobrancelha depilada (cujo paradigma é a deputada Maria de Belém Roseira, na foto em baixo), para além de pouco ou nada transmitir de interesse, é por si só falsa e postiça e, pior do que tudo mais, indiciadora de um fatal “toque piroso”.

Dr_MariadeBelmRoseira

Conclusão?

Pois, nem eu sei muito bem, mas lá que a Jennifer Connely as tem bonitas (as sobrancelhas…), lá isso tem…  😉

Anúncios