Etiquetas

Declaração de interesses prévia: conheço o Paulo Rangel há mais de 20 anos e a minha opinião sobre a “pessoa” é a melhor possível.

Isto dito, admito que sobre o Paulo Rangel “político” já tinha algumas dúvidas e sempre achei que o salto para a liderança da bancada parlamentar do PSD foi um risco para quem ainda era pouco experimentado nas lides e chicanas parlamentares.

Se os primeiros tiros foram pouco certeiros, Paulo Rangel tem vindo a afinar a pontaria e ontem acertou em cheio no nosso “1.º” que rapidamente passou à versão “Calimero”, quase fazendo esquecer o personagem Pinócrates criado pela JSD, tema da discussão de ontem.

Em ano de eleições, a frescura e vivacidade do debate parlamentar e a qualidade que a liderança da bancada do PSD tem vindo a revelar são excelentes prenúncios e boas notícias para o partido líder da oposição.

Quem se quiser divertir pode ir ver um excerto aqui.

Anúncios