Etiquetas

Segundo esta notícia do Público edição online, as novas regras de controlo anti-doping que entraram em vigor em Janeiro de 2009 estão a irritar algumas das estrelas do circuito ATP, como Andy Murray ou Rafael Nadal.

Na minha opinião, as moléstias relatadas são manifestamente insignificantes face aos benefícios efectivos em que se traduzem, nomeadamente, na certeza de um desporto “limpo” e na vitória da verdade desportiva.

De resto, e à semelhança de profissionais de outros desportos de alta competição, os tenistas do “top 20” do ranking ATP são tão bem pagos, seja por prémios directos, seja pelos patrocínios que recebem, que bem deveriam suportar pacificamente a alegada intrusão na esfera das respectivas vidas privadas.

Até nisso, Roger Federer pensa bem e nada terá a esconder, ao contrário do que poderá suceder com outros.

Anúncios